6 fatores que espantam compradores

Publicado em Geral Tags: , , , , , , ,

Customer service evaluation form

Vender casas e apartamentos exige do bom profissional do meio imobiliário bastante trabalho de preparação, além de um investimento pesado nas técnicas de apresentação do imóvel, de modo que o elemento-chave da venda seja impressionar os compradores em potencial. No entanto, mesmo que o corretor cumpra todas as técnicas de vendagem, pode se deparar com grandes dificuldades quando for negociar imóveis que apresentem condições muito adversas. Veja alguns fatores que podem espantar os clientes e como contorná-los.

Imóveis sujos e bagunçados

A boa aparência é um requisito mínimo para quando as pessoas interessadas agendam com o corretor uma visitação no imóvel, e por isso o melhor é que a casa esteja impecável para ser exibida. O corretor precisa convencer o dono do imóvel a conservar os ambientes asseados, sem sujeira visível ou desordem, bem como sem marcas muito sensíveis de odor. Se não for possível concretizar muitas iniciativas nesse sentido, o agente deve se esforçar para manter o foco dos compradores nas boas características do imóvel, tirando ao máximo o destaque de falhas que podem ser futuramente corrigidas pelo adquirente.

Mau estado de conservação

Pior ainda do que sujeira e bagunça é se o imóvel possui acomodações com pisos enviesados, rachaduras, infiltrações, partes caindo aos pedaços. Se não houver descontos ou um preço abaixo do mercado para imóveis em tais condições, os clientes não vão pensar ou manter o foco na potencialidade do local, mas nas reformas que terão que fazer depois. Provavelmente, procurarão outros imóveis para atender às suas demandas.

Papéis de parede

É quase uma verdade universal que compradores em potencial odeiam papéis de parede. As cores e os temas destes tipos de recobrimento são algo muito pessoal e que têm a ver com o passado e o gosto do antigo morador, mas que podem, dependendo do caso, distorcer muito o ambiente – e de maneira negativa. O melhor recurso, no caso, é substituir o revestimento em papel por uma pintura neutra, criando uma nova noção espacial e deixando para o comprador a decisão de mudar os cômodos, depois de ter adquirido a propriedade, como bem entender.

Lista de fotos enganosa

As fotos devem mostrar o imóvel com boa iluminação e nas suas fidedignas características de tamanho. Por isso, corretores precisam tomar cuidado com artifícios fotográficos como, por exemplo, o uso da lente grande ocular de sua câmera. Quando os compradores veem uma lista de fotos de um imóvel que tem uma sala enorme e uma cozinha espaçosa, mas chegam no local e se deparam com aposentos pequenos, se sentem enganados e, provavelmente, não confiarão mais no corretor.

Superfaturamento

Quando os preços são competitivos, surgem mais compradores realmente sérios e que estão interessados em adquirir a propriedade. Os clientes cada vez mais querem sentir que a casa está com um valor justo fixado, e não ficar esperando pelas negociações instáveis de redução de preço com o vendedor. Fazer uma estimativa excelente e convencer o vendedor acerca deste fato é primordial para que a venda seja concretizada mais rapidamente.

Presença dos donos do imóvel no local

Alguns compradores podem não se sentir à vontade para falar sobre suas expectativas, o que o incomoda e qual foi sua própria avaliação acerca do imóvel que está visitando se o dono da casa ou apartamento estiver no local. É claro que o antigo proprietário poderá abrir portas e gavetas, mostrar muitas características positivas do imóvel. Mas o corretor deve convencê-lo de que poderá manter a confiança de que um bom trabalho será realizado.

Você tem passado ou já passou por circunstâncias como essas? Quais fatores têm feito com que seus clientes saiam em debandada de alguns imóveis de seu portfólio, dificultando o bom andamento dos negócios?

Quer saber mais sobre o BemDireto? Confira aqui todas as oportunidades para gerar novos negócios.

Clientes imoveis e parcerias em um só lugar

Artigos relacionados: